Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

UNESCO abre novo edital do Fundo Internacional para a Diversidade Cultural

Está aberto o Edital 2017 para a seleção de programas e projetos a serem financiados pelo Fundo Internacional para a Diversidade Cultural (FIDC), da UNESCO. Poderão participar da seleção projetos apresentados por instituições públicas e por organizações não-governamentais (ONGs) da área da cultura.

Está aberto o Edital 2017 para a seleção de programas e projetos a serem financiados pelo Fundo Internacional para a Diversidade Cultural (FIDC), da UNESCO.

Instituído pelo art. 18 da Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, adotada na UNESCO em 2005, o FIDC tem como objetivo apoiar projetos que possam promover mudanças estruturais na economia da cultura em países em desenvolvimento, com efeito direto sobre a criação, produção, distribuição e acesso a expressões culturais diversas.

Desde 2010, o FIDC contemplou 84 projetos em 49 países em desenvolvimento, em um investimento total de cerca de 5,8 milhões de dólares. Os projetos cobrem um amplo leque de atividades, desde o desenvolvimento e a implementação de políticas culturais, até o fortalecimento das capacidades dos empreendedores culturais e o mapeamento e criação de novos modelos econômicos para as indústrias culturais.

Projetos brasileiros contemplados pelo FIDC

O Brasil já teve dois projetos aprovados pelo Fundo Internacional da Diversidade Cultural. Em 2012, o Ponto de Cultura Vídeo nas Aldeias produziu programas infantis realizados por cineastas indígenas com recursos do fundo, no valor de US$ 97.550. E, em 2013, foi aprovado o projeto "E-books Indígenas", da ONG Thydêwá, que recebeu US$ 90.950 ao longo de 2014, para implementar uma proposta de capacitação digital para 16 integrantes de oito comunidades indígenas, realizando oficinas técnicas de produção e distribuição de livro digital para a divulgação das culturas indígenas do Brasil.

Edital 2017 – como participar

Poderão participar da seleção projetos apresentados por instituições públicas e por organizações não-governamentais (ONGs) da área da cultura. Cada país poderá apresentar à UNESCO, no máximo, dois projetos governamentais e dois projetos de ONGs. No Brasil, o processo de pré-seleção nacional é realizado por uma comissão integrada por representantes da Comissão Nacional do Brasil para a UNESCO (a cargo do Ministério das Relações Exteriores), do Ministério da Cultura e do Escritório da UNESCO no país. O montante máximo dos pedidos de financiamento é de US$ 100.000,00 (cem mil dólares). Na UNESCO, os projetos serão avaliados por um painel de especialistas nomeados pelo Comitê Intergovernamental da Convenção, formado por 24 países, dentre os quais o Brasil.

Os formulários de pedidos de financiamento deverão, obrigatoriamente, ser preenchidos em francês ou inglês, até 14 de abril de 2017, por meio de plataforma disponível "online" em:

http://en.unesco.org/creativity/ifcd/apply.

Orientações acerca do processo seletivo e dos critérios para uso dos recursos do fundo encontram-se no seguinte endereço eletrônico:

.

Solicitações de esclarecimentos de dúvidas poderão ser encaminhadas ao endereço eletrônico damc@itamaraty.gov.br

Ações do documento
Eventos
« Agosto 2017 »
Agosto
SeTeQuQuSeSaDo
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
Publicações
Exposições