Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Túnis – Mostra "Amrik - Presença Árabe na América do Sul"

A exposição fotográfica AMRIK – Presença Árabe na América do Sul

Encerrou-se, no dia 31 de maio, a mostra "Amrik - Presença Árabe na América do Sul", inaugurada no dia 22 de abril, no Museu da Cidade de Tunis.  O evento levou ao público local um conhecimento mais aprofundado sobre a presença da cultura árabe na América do Sul e, em particular, no Brasil, e mostrou as características de ambas sociedades.

Pelo trabalho de 23 profissionais sul-americanos, a mostra de fotografias apresentou o êxito da mescla das civilizações árabes e sul-americanas. Amrik é uma aproximação de como os árabes pronunciavam a palavra “América”, destino de muitos jovens a partir do final do século XIX.

Tal como publicado em jornal local de grande circulação, a mostra fotográfica "Amrik" demonstra "à quel point une culture peut se libérer de ses frontières d'origine, s'enraciner et s'épanouir dans un ailleurs lointain jusqu'à entrer en interaction avec le pays d'accueil".

A exposição fotográfica AMRIK – Presença Árabe na América do Sul foi elaborada na ocasião da Cúpula América do Sul-Países Árabes, realizada em Brasília, em maio de 2005, e teve como objetivo promover a redescoberta das duas regiões nas áreas de cultura, política e história.

A exposição está divida em quatro módulos. O primeiro, nomeado Imemorial, apresenta o legado imemorial da cultura árabe, com sua sabedoria científica e cultural, transmitida desde a chegada dos espanhóis e portugueses na América.
O segundo módulo, Os imigrantes, aborda o tema da saga dos imigrantes árabes ao Brasil, a partir do fim do século XIX. É um espaço dedicado ao fluxo migrante, às famílias e ao viajante simbolizado pelo “mascate”. Neste módulo se concentram grande parte das fotografias históricas, que mostram os primeiros momentos da imigração, desde o porto de Beirute até o começo da imigração.

    O terceiro módulo Integração, apresenta o imigrante incorporado na cultura do país onde viverá, mas também promovendo seus hábitos, tradições e costumes originais. Esta parte mostra o comércio, os mercados, as tradições e o intercâmbio cultural. Aqui está o sub-núcleo Mil e uma noites, um pequeno espaço criado para mostrar imagens simbólicas que são parte do imaginário a cerca da cultura árabe, como o gênio da lâmpada.

O quarto e último módulo, Identidade, é um núcleo dedicado às identidades das diversas culturas árabes apresentadas pelo resgate com os antepassados ou pela memória familiar. Aqui estão presentes diversos hábitos como culinária e os rituais religiosos, que contribuem para preservar a identidade das culturas dos países de origem.

Após passar por treze países, entre o período de 2005 a 2008, a mostra Amrik encerra sua itinerância neste segundo semestre no Marrocos, na Venezuela e no México. (15/09/08)

Foto: Bruno Miranda Zétola

Ações do documento
Eventos
« Março 2017 »
Março
SeTeQuQuSeSaDo
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031
Publicações
Exposições